Seja bem-vindo(a), Faça login

Colonia Las Liebres Bonarda Clásica - 750 ml
  • Colonia Las Liebres Bonarda Clásica - 750 ml
  • Colonia Las Liebres Bonarda Clásica - 750 ml

Colonia Las Liebres Bonarda Clásica - 750 ml

Sku: 022094

NCM: 2204.21.00

Categoria: TintosVinhosArgentina90+ Pontos

Marca: Alto las Hormigas

Código de Barras: 7798051950056

Quantidade Disponivel: 3 un

Por R$ 96,90

Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

O vinho Alto Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica possui cor rubi intenso com reflexos púrpura e é elaborado a partir de vinhedos localizados em Medrano e Carrizal de Abajo. Este Bonarda, diversas vezes considerado o melhor da Argentina, revela grande frescor e equilíbrio, com destaque para notas de frutas vermelhas, como morangos, cerejas e framboesas, além de toques florais e especiarias doces. Em boca apresenta médio corpo, elegante e fresco, com taninos sedosos e final equilibrado e persistente.

Imagem do produto meramente ilustrativa, pequenas variações no rótulo podem ocorrer dependendo do ano da safra.

Informações do Produto

O vinho Alto Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica possui cor rubi intenso com reflexos púrpura e é elaborado a partir de vinhedos localizados em Medrano e Carrizal de Abajo. O Colonia Las Liebres Bonarda, diversas vezes considerado o melhor da Argentina, revela grande frescor e equilíbrio, com destaque para notas de frutas vermelhas, como morangos, cerejas e framboesas, além de toques florais e especiarias doces. Em boca apresenta médio corpo, elegante e fresco, com taninos sedosos e final equilibrado e persistente.

O vinho Alto Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica é ideal para harmonizar com carnes assadas, massas recheadas, pizzas e queijos de média maturação.

História
Em 1995, Alberto Antonini, um conhecido enólogo toscano, e Antonio Morescalchi, um jovem empresário, fizeram uma viagem para visitar as florescentes áreas vinícolas da América do Sul. Bastou uma parada para encontrar o que procuravam. Eles ficaram imediatamente impressionados com os vinhedos que prosperam na alta altitude e no clima seco de Mendoza, e foram cativados pelas tradições sussurradas e pela mistura de culturas. Eles voltaram para a Toscana fortemente impressionados não só pela região, mas também pelo potencial inexplorado da Malbec, uma uva que tinha uma forte tradição local, mas foi amplamente ignorada e mal compreendida. Enquanto o resto do mundo do vinho via Mendoza lutando para mudar sua imagem de vinho a granel, os dois jovens italianos viam Mendoza como um lugar onde os valores tradicionais da viticultura e terras imaculadas poderiam ser revigorados com uma abordagem de vinificação moderna e experiência internacional. Em vez de plantar Cabernet Sauvignon e Merlot, como muitos outros faziam na década de 1990, a equipe decidiu investir sua confiança no Malbec. Hoje, o Malbec é a variedade pela qual a Argentina é mais conhecida. Contra todas as probabilidades, eles cimentaram sua visão de se tornarem especialistas em Terroir. Pouco depois, dois amigos e sócios de negócios, também entusiasmados com a ideia, aderiram ao empreendimento: Attilio Pagli, um renomado enólogo toscano com dois vinhos com 100 pontos em seu recorde pessoal e Carlos Vazquez, um agrônomo argentino, que trabalhou por 20 anos com o grupo Catena, plantando novas variedades, desenvolvendo vinhedos até então desconhecidos e contribuindo muito para a mudança qualitativa da viticultura argentina desde o início.
A Escolha do Nome
Foram adquiridos 206 hectares (530 acres) no município rural de Lujan de Cuyo para a futura propriedade de Altos Las Hormigas. Quando os vinhedos foram plantados em 1996, os trabalhadores enfrentaram uma dura altercação com as colônias de formigas locais. As formigas adoravam se alimentar dos tenros brotos das vinhas novas recém-plantadas, muitas vezes reduzindo a nada os meses de trabalho do homem, tudo em uma única noite. As operárias se recusaram a envenenar as formigas e começaram a procurar maneiras naturais de desviar sua atenção. Durante esse tempo, eles comentaram que as formigas eram as “verdadeiras” donas do lugar e pareciam cobrir um terreno enorme e realizar grandes tarefas, apesar de seu tamanho minúsculo. Na Argentina existe um ditado: “un trabajo de hormigas” que descreve um trabalho humilde, paciente e dedicado. Decidiu-se então dar ao empreendimento o nome da formiga que era uma grande trabalhadora e tinham espírito de equipe, que é emblemática da história e se tornou um símbolo de boa sorte.
A Vinícola
No alto da cordilheira dos Andes, o Monte Aconcágua, com mais de 6.900 metros (22.000 pés), tem vista para um vasto oásis verde de vinhedos chamado Mendoza. O clima semidesértico da região, que produz grandes diferenciais de temperatura - um dia muito quente e noites muito frescas - e abundante escoamento das águas dos Andes cobertos de neve, torna-a particularmente adequada para o cultivo de uvas de alta qualidade. A Finca Altos Las Hormigas está situada em Luján de Cuyo, a cerca de 800 metros (2600 pés) acima do nível do mar, voltada para os Andes a leste, protegida a oeste por uma pequena dobra geológica. A propriedade tem 206 hectares (530 acres), dos quais 40 hectares (100 acres) são plantados com Malbec e 5,6 hectares (15 acres) com Bonarda. No centro da propriedade está a adega de 2.000 metros quadrados, que foi projetada para ter um impacto mínimo no terreno, mas para atingir as melhores condições técnicas na vinificação. Jardin Altamira é o novo vinhedo no Vale do Uco. Foi plantado em solo virgem, em uma área selecionada dentro da denominação Paraje Altamira, onde parcelas supercalcárias pedregosas com 7% a 10% de calcário ativo foram encontradas por especialistas em Terroir. Foram adquiridos 55 Ha (136 acres) em 2011 e plantou-se 32 Ha em 2017. A vinha foi concebida com um conceito inovador de biodiversidade em mente, desenvolvido para destacar o Terroir na sua forma mais pura. Organizado em pequenas parcelas por unidades Terroir: 22 parcelas de 32 Ha, foi cultivado orgânico desde o início. Todas as parcelas são intercaladas com flora nativa, para quebrar a monocultura e convidar todas as espécies silvestres a povoar a área. Jardin Altamira é um vinhedo verdadeiramente único, a próxima revolução introduzida por Altos Las Hormigas na vinicultura e viticultura argentina.

País / Região – Argentina / Mendoza
Classificação/ Tipo – Vinho Tinto Fino
Casta / Uva – 100% Bonarda
Graduação alcoólica – 13,5% ABV
Litragem – 750ml
Temperatura de serviço – entre 16 e 18ºC
Safra - 2020

Argentina / Mendoza
Vinho Tinto Fino
100% Bonarda
750 ml
16 a 18ºC
10 anos
2020
13,5%
Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!